10/11/2016

Paróquia de Várzea do Douro

A extinta freguesia de São Martinho da Várzea do Douro, era abadia da apresentação do Convento de São João Baptista de Alpendurada e do Convento de Santa Maria de Vila Boa do Bispo. Em 1840 pertencia ao concelho de Benviver, extinto em 1853 e passou a fazer parte do concelho do Marco de Canaveses; com apenas 5 km2 e 2000 habitantes fica virada a sul junto ao Douro, onde predomina a agricultura de subsistência. Hoje integra a União de Alpendorada, Várzea e Torrão. Os registos paroquiais podem ser consultados no ADP e online. 
  • As datas extremas são:  1587-09-27 a 1911-03-08 
  • Total de livros em arquivo: 173

08/06/2015

Paróquia de Aguiar de Sousa (S.Romão)

Aguiar de Sousa é uma freguesia do concelho de Paredes, com 22,32 km² de área e 1 631 habitantes (2011). Densidade populacional: 73,1 hab/km². Freguesia rural densamente arborizada.
A freguesia de São Romão de Aguiar de Sousa era cabeça do concelho e do julgado com o mesmo nome; pertencia à comarca de Penafiel. Recebeu foral dado por D. Manuel, em Lisboa, a 25 de Novembro de 1513. Pinho Leal afirma tratar-se de povoação muito antiga, já que, em 1 de Junho de 1269, terá recebido foral dado por D. Afonso II, renovado e confirmado por Dom João I, em Março de 1411. Foi vila e sede de um extenso concelho até ao início do séc. XIX. Era constituído por 39 freguesias dos actuais municípios de Gondomar, Valongo, Lousada, Paredes e Paços de Ferreira. Tinha, em 1801, 21 643 habitantes e ocupava uma superfície de cerca de 260 km².

  • Livros: 76
  • Datas extremas: 20.06.1586 a 27.12.1903

07/08/2013

Paroquia de Rio de Galinhas

Esta antiga localidade já integrou o Couto de Tuias e o extinto concelho de Soalhães, existindo desde o Séc.XI por ser local de passagem entre o Marco e Baião e estar muito próxima da estrada romana. Desde finais do Séc.XIX é uma freguesia do Marco de Canaveses; com menos de 2000 habitantes e uma área pequena caracteriza-se pela agricultura e comércio local. O toponímico Rio de Galinhas provém de um ribeiro da freguesia onde, diz a lenda, havia grandes quantidades de aves selvagens.

  • Orago: S.Miguel
  • Datas extremas:  1587-01-01 a 1911-03-31 
  • 70 livros para consulta (microfilme e web)

Clicar aqui para aceder aos registos paroquiais


17/05/2013

Paróquia de Paço de Sousa


A freguesia de Paço de Sousa pertence ao concelho de Penafiel e apesar de pequena (em área e população) é importante no património histórico, cultural e social. No mosteiro medieval (património nacional) jaz Egas Moniz, aio do 1º rei de Portugal; e bem perto, encontra-se a Obra do Pai Américo (fundador dos Gaiatos). Com 4000 habitantes, a freguesia de S.Salvador de Paço de Sousa é fértil na agricultura e pontuam pequenas explorações industriais e comércio tradicional. Pertenceu ao extinto concelho de Penafiel de Sousa.

  • datas extremas:  1641-11-17  a 1914-12-31 
  • livros de registos : 47
  • acesso no arquivo (microfilmes) e via web

29/03/2013

Paróquia de Eja

A paróquia de Eja é uma das mais pequenas no distrito do Porto com apenas 1150 habitantes e 5km2. As suas origens remontam ao séc.VIII e foi importante pela sua localizaçao estratégica (entre os rios Tâmega e Douro) e proximidade á via romana Arouca - Guimaraes. Em vários documentos antigos surgem os nomes Anegia e Civitas relacionados com esta freguesia de Penafiel. A freguesia de Santa Maria de Eja, é constituída pela antiga freguesia de Santa Maria da Eja, que era vigararia da apresentação da Sé do Porto, no antigo concelho de Penafiel de Sousa, e pela antiga freguesia de São Miguel de Entre-os-Rios, que era abadia da apresentação do Convento de São Salvador de Paço de Sousa.

  • registos disponíveis:  1585-06  a 1911-12-31
  • livros paroquiais de registo: 60 

08/01/2013

Paróquia de Sandim

A paróquia de Santa Maria de Sandim foi vigararia da apresentação do Convento de São Bento de Ave-Maria do Porto (demolido para dar lugar á Estação de S.Bento). Foi incluida no foral da Feira , e terra de Santa Maria em 1514. Foi vila e sede de concelho com o mesmo nome até 1834; em 2001 recuperou o estatuto de vila e podemos dizer que se caracteriza maioritariamente como espaço florestal, com alguma agricultura e industria. Nos 16 km2 de área habitam cerca de 6000 pessoas. 
  • datas extremas  Nov. 1587 a Dez. 1902
  • 175 livros de registos
Aqui pode consultar os registos paroquiais até 1903

25/11/2012

S.Vicente do Pinheiro

Esta pequena freguesia de Penafiel, tem apenas 2500 habitantes e figura no circuito termal pela invulgaridade das águas extremamente alcalinas (valor mais alto na Europa). Na antiguidade, esta região foi povoada por comunidades romanas e pré-romanas; no inicio do século passado viu florescer o turismo termal atraído pelos benefícios das nascentes quentes e sulfurosas. Hoje existe um hotel/spa renovado e moderno. A freguesia de São Vicente de Pinheiro era abadia da apresentação dos Peixotos da Silva (Casa da Calçada) no extinto concelho de Penafiel de Sousa.

  • 66 livros de registo (consulta web ou no ADP)
  • datas extremas (1588-01-10 / 1911-12-31)